terça-feira, 9 de março de 2010

MENINAS DO SERTÃO

Antigamente,num passado não muito distante,as meninas do sertão vestiam roupas de "chita".Sandálias(quando tinham) era de couro trançado.Usavam laço de fita no cabelo e perfume lavanda.Na boca não havia vestígios de batom,ou qualquer produto que demostrasse uma relação com modismos.Apenas arrumavam-se para ir a missa aos domingos e a feira nos dias em que essa acontecia.
Inevitavelmente,participar de eventos como esse só com a presença dos pais ou responsáveis.Moça de família não "namorava" sem um par de olhos constantemente a os observar.
Tinhm sonhos de certo!Eram felizes,imagino!Com restrições,mas felizes.
Dentro de suas limitções.
Hoje o que se vê é uma enxurrada de modernidades.Meninas que mais parecem mulheres em miniaturas.Encobertas por camadas de maquiagem carregada.E com roupas saídas das páginas de uma revista de moda.Os cabelos não exibem mais os cachos tão característicos das meninas sertanejas.Estão todos arrumados simetricamente.Pela ação de uma chapinha,prancha alisadora e secadores de cabelo.Nos lábios,pircing,e nas orelhas,que antes pendiam singelos brincos de uma pedrinha só,agora mais parecem uma joalheria ambulante.Algumas usam cinco ou mais pares de brinco ao mesmo tempo.Exagero?Elas dizem que não!É a tendência!O "que" do momento.
Nos pés,antes delicadas sandálias,hoje saltos cada vez mais finos e altos.O que acaba prejudicando a coluna da maioria.Tornando-as adolescentes cheias de dores cada vez mais cedo.
Hoje no sertão é assim;Em dias especiais,dias de feira.Menina cheirando a perfume de marca.Avon.Chega montada em seu modelito"novela das oito",maquiagem carregada e ,é claro,acessorada por bijus de alto estilo.Cabelos Bionce.Modelados com chapinha!
Veem dos sítios circu-vizinhos.As de mais posses no carro do "painho" ou no próprio.
Outras com menos poder aquesitivo em cima,e geralmente desconfortavelmente amontoadas em caminhonetes de transporte.
No carro próprio,chegam ainda trabalhada no visual.
Nas caminhonetes nem sempre.A poeira da estrada vira crosta na pele.Os cabelos,antes chapinados e devidamente arrumados,já não aparentam tanta beleza.Depois de solavancos na estrada esburacada,e do aperto da condução.
Veem passear na cidade.Fazer compras no shopping a céu aberto.E lá, (na feira) tem de tudo.De barraca de frutas à barracas de concerto de panelas de pressão.Acessórios populares à barraca dos mais novos sucessos de bilheteria.E custa baratinho!Só dois "real"!
No sertão agora é assim!Tá tudo mudado.Meninas ainda são meninas,mas com um que de modernidade que as vezes assusta.Ainda prefiro as meninas do antigo.Eram tão mais românticas!Tão mais serenas!E transmitiam uma pureza que hoje não consigo encontrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário